quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Palavras em vão


  Palavras soltas, jogadas ao vento, palavras tortas e sem direção. Às vezes passo noites em claro à espera delas, mas nada que faça sentido me vem. As frases não se completam, não têm liga e tão pouco emoção. Queria colocar milhares de pensamentos para fora, mas eles estão presos, trancafiados na mente e incomodando o coração. Talvez se eu gritasse ou vomitasse qualquer coisa, ainda que vã... ou quem sabe se eu desenhasse as sensações, mas seriam apenas rabiscos, traços em confusão. Por agora, só o que tenho são palavras soltas, jogadas ao vento, palavras tortas e sem direção...

Ester Xavier


Nenhum comentário:

Postar um comentário